imagemEvento
Event Type: SIMPÓSIO
Event Period: Dec 5, 2019 a Dec 7, 2019 (Evento encerrado)
About:

A degradação do solo traz consigo prejuízos como enchentes, mudanças climáticas e alteração dos ciclos biogeoquímicos. Segundo a FAO 33% dos solos do mundo estão degradados, na América Latina a estimativa é de que aproximadamente 50% dos solos estejam sofrendo algum tipo de degradação. Considerando apenas erosão, a estimativa de perda de solos varia entre 25 a 40 bilhões de toneladas por ano, o que afeta a produtividade das culturas agrícolas e florestais, devido à perda de carbono, de micro-organismos benéficos, de matéria orgânica e causa o desequilíbrio nutricional. Por exemplo, para cada metro quadrado de solo perdido por erosão, ocorre a perda de bilhões de organismos. Consequentemente, há um prejuízo na ciclagem de nutrientes, na decomposição da matéria orgânica, entre outros serviços ecossistêmicos essenciais para a manutenção da vida no planeta, pois os organismos do solo desempenham papel importante.

As alterações causadas no solo devido o manejo inadequado reduz o crescimento e desenvolvimento das culturas e reduz as áreas agricultáveis. Considerando apenas a cultura de cereais, umas das principais fontes de alimentos para a população, a estimativa de perda de produção causada apenas pelos processos erosivos é de aproximadamente 7,6 milhões de toneladas por ano, podendo em 2050 alcançar a patamares de 253 milhões toneladas de perdas de cereais ao ano. Esse fato é preocupante levando em consideração que em 2050 a estimativa da população mundial será de cerca de 8,5 bilhões de pessoas e a demanda por alimentos 60% superior aos dos dias atuais. A perda da capacidade produtiva do solo afeta a segurança alimentar, principalmente da população carentes em países subdesenvolvidos e em desenvolvimentos, como o Brasil. A perda da camada arável, devido aos processos erosivos, aumenta a demanda por fertilizantes, levando ao aumento dos custos de produção e volatilização dos preços dos alimentos.

No intuito de gerar um debate sobre a importância do solo para a manutenção da vida o IEX estará promovendo debates com os atores das cadeias de produção dos mais variados produtos agrícolas, como a sociedade civil, organizações não-governamentais, estudantes e produtores rurais da região de São Félix do Xingu sobre as temáticas voltadas ao desenvolvimento sustentável na região. Entre os dias cinco a sete de dezembro de 2019 será realizado evento com debates voltado a preservação do solo e a importância do solo para o desenvolvimento agrícola da região com menores impactos sobre a qualidade biológica e físico-químicas do solo. Buscando então a conscientização desses produtores do papel que exercemos na conservação do solo, na otimização da produção e assim garantir a qualidade das propriedades do solo a longo prazo.


O nosso evento é pioneiro na região e tem como proposta divulgar e/ou incentivar o desenvolvimento sustentável da região, por meio de palestras, oficinas, feira de exposição científica na rua, ação comunitária para reflorestamento na em áreas verdes do plano diretor municipal e experiência de outros produtores sobre a conservação do solo aliado a uma cobertura do solo adequada que gerará bons resultados na produção agrícola. Pretendemos que ao final os participantes sejam multiplicadores das informações adquiridas no evento, que a longo prazo a região de São Félix do Xingu não esteja na lista das cidades que mais desmatam na região amazônica.

Associated Events:
Period of Event
MINICURSO - A importância da conservação dos solos: Educação ambiental além dos muros da Escola Dec 6, 2019 a Dec 7, 2019 (Evento encerrado)
MINICURSO - Construção de mapas em softwares livres Dec 6, 2019 a Dec 7, 2019 (Evento encerrado)
MINICURSO - Terraceamento para plantio em nível e contenção de erosão Dec 6, 2019 a Dec 7, 2019 (Evento encerrado)

SIGEventos | Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) - (94) 2101-5945 | Copyright © 2006-2019 - UNIFESSPA - araca.unifesspa.edu.br v3.6.2_1.0